sexta-feira, 2 de abril de 2010

Transforme

É preciso ser transformado por aquilo que permeia; deve-se permitir que a beleza do mundo o toque, e com ela virão a crueldade, a secura, o amor, as águas, sempre, tudo, nada. Cada transformação é um nascimento, é preciso deixar-se renascer, mais e mais e mais e mais. Das cinzas do gesso o mundo tira a plasticidade da argila; de cada um de nós há o que colher, mas apenas se permitirmos o plantio. É preciso ser lama, ser água, ser vida, ser tudo. Somente assim seremos alguma coisa.


São Paulo, 2 de abril de 2010

Um comentário:

viniciusposeidon disse...

''Na natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.'', nunca vi tanto sentido nessa frase como agora.