domingo, 31 de julho de 2011

Meu quintal tem

Meu quintal tem duas árvores
e eu vou ser adulto.
Cada árvore, dez maçãs.
Numa delas, todas ruins.
Noutra delas, todas boas.
Como as boas.
Vejo as ruins.

Meu quintal tem uma árvore
e eu quase sou jovem.
Nela tem dez maçãs.
Cinco boas num dos galhos.
Cinco ruins n’outro dos galhos.
Como as boas.
Cuspo a ruim.

Meu quintal tem uma árvore
e eu sempre sou criança.
Nela só uma maçã:
Uma parte dela é boa.
Outra parte dela é ruim.
E eu a como
por inteira.

Rio, 31 de julho de 2011

Nenhum comentário: